1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Goiás tem níveis críticos no estoque de sangue e plaquetas

Por Lucas Silva 21 Janeiro 2022 Publicado em Estado
Votao
(0 votos)

A Rede Estadual de Hemocentros (Rede Hemo) registra neste mês de janeiro um déficit de 41% no estoque de sangue e hemocomponentes. Nesse mesmo período em 2021, o déficit era de 22%. Segundo a diretora técnica da unidade, Ana Cristina Novais, diante do aumento de casos de Covid-19 e influenza, muitos doadores frequentes deixaram de ir ao Hemocentro nas férias, enquanto a demanda por sangue aumentou. 

 

"O número de doadores voluntários caiu, e estamos com a coleta abaixo do ideal. Por isso, pedimos a toda a população que está em boas condições de saúde que venha até uma das nossas unidades e nos ajude a continuar salvando vidas", reforça Ana Cristina.

 

Para reverter esse quadro, a equipe de captação vem intensificando as ações em busca de voluntários. “Nós temos um serviço de busca ativa de doadores, por meio de ligações, e-mails e redes sociais. Neste momento, também temos contado com a imprensa para chamar a atenção da população para importância da doação de sangue e o quanto ela se faz necessária”, lembra a diretora  técnica. 

 

Além disso, a Rede Hemo mantém parcerias com empresas e instituições para realização de campanhas internas e externas, com apoio da unidade móvel, com ações em toda a Região Metropolitana de Goiânia.

 

Casos de dengue

 

A diretora também destaca que houve um aumento considerável da demanda de sangue pelas unidades de saúde do Estado. "Neste período do ano, temos um aumento relacionado a casos de dengue, atendimento aos hospitais de urgência, o que também elevam a procura de hemocomponentes", explica.

 

Outro desafio que a Rede Hemo tem enfrentado é a redução do estoque de plaquetas. Ana Cristina explica que há uma grande demanda para esse tipo de hemocomponente utilizado no tratamento de doenças como dengue, Covid-19, além de acidentes, quimioterapia e intervenções cirúrgicas. 

 

“Pedimos a todos os doadores de plaquetas que entrem em contato com o nosso setor de captação,  pelo telefone 3231-7925, e agendem suas doações. É importante lembrar que os hemocomponentes não podem ser fabricados, por isso dependemos exclusivamente do gesto voluntário para atender as 222 unidades de saúde do nosso Estado”, ressalta.

 

#Com informações do Portal Goiás 

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Real Pax