1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Campanha anti-aftosa terá nota fiscal eletrônica

Por Eduardo Candido 20 Outubro 2014 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 1307 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

Em reunião envolvendo integrantes da Agrodefesa, Secretaria da Fazenda e a Associação Goiana dos Empresários Revendedores de Produtos Agropecuários foi definido que a partir da próxima campanha contra febre aftosa, em novembro de 2014, o comércio de vacinas contra a doença deve gerar nota fiscal eletrônica.


A medida vai garantir maior controle sobre a comercialização e mais segurança aos técnicos da Agrodefesa, responsáveis pelo mapeamento e controle da aplicação das doses. A obrigatoriedade será regulamentada por Instrução Normativa a ser publicada pela Secretaria da Fazenda nos próximos dias.


Para o presidente da Agrodefesa, Antenor Nogueira, a exigência contribuirá para um controle mais eficaz na venda da vacina, ao permitir o cruzamento de dados das notas fiscais eletrônicas que poderão ser repassadas online para a Sefaz.


Ao ter contato com as informações se evitará problemas detectados na campanha anterior, quando houve venda de vacinas por estabelecimentos não credenciados ou que não comprovaram a compra da vacina da indústria. Na última campanha, em maio deste ano, foram comercializadas 20,5 milhões de doses da vacina em Goiás. Mais informações: (62) 3269-2377.


Fonte: Goiás Agora

000-A-Banner WhatsAppecontatos-RadioEldorado