1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Inscrições para substituição de médicos cubanos em Goiás tem início nesta quarta (21)

Por Jonnethy Dener 21 Novembro 2018 Publicado em Estado
Votao
(0 votos)
Lido 1171 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução/Mais Goiás

Tem início nesta quarta-feira (21/11) as inscrições para substituição dos 8.517 médicos cubanos atuantes no Brasil e que deixarão suas funções em razão do rompimento da parceria entre o governo daquele país e o programa Mais Médicos.


Em Goiás, são 202 vagas abertas para médicos brasileiros ou com diploma validado no país, os quais deverão atuar em 95 municípios do Estado.


Entre as cidades goianas com maior demanda estão Valparaíso de Goiás (16), Aparecida de Goiânia (10), Luziânia (9), Águas Lindas de Goiás (8), Goianira (4), Niquelândia (4) e Planaltina (4).


Dos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) relacionados para receber substitutos, apenas seis ficam no Centro-Oeste, mas nenhum em Goiás.

As vagas permanecerão disponíveis para os mencionados agentes de saúde até o próximo domingo (25/11). Uma nova chamada, voltada para brasileiros formados no exterior e estrangeiros, será aberta na terça-feira (27/11).


As inscrições, de acordo com edital publicado na terça-feira (20/11), podem ser feitas pelo site maismedicos.gov.br e o início das atividades é imediato, previsto para 03/12.


Os salários são de R$ 11,8 mil, mais ajuda de custo inicial que pode variar entre R$ 10 e R$ 30 mil para deslocamento até o município de atuação.


De acordo com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, a preocupação foi diminuir os prazos da inscrição até a chegada do médico no município. “Essa foi uma medida imediata, mais rápida e eficaz de não deixar faltar assistência médica em áreas com médico da cooperação”. Ainda segundo ele, um edital ficará aberto permanentemente com chamadas a partir do momento em que houver demanda. “A expectativa é que o município ou DSEI fiquem menor tempo possível sem médico”.


Das três maiores cidades do Estado, apenas Aparecida de Goiânia – que tem 54 médicos pelo programa – figura o Top 7 de municípios com as maiores demandas por substituições. Assim, novos médicos serão destinados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Retiro do Bosque, Nova Olinda, Veiga Jardim, Tiradentes, Florença, Anhembi e Delfiori.


Segundo a Saúde municipal, todas as unidades citadas não dependem dos cubanos para funcionar. “Moradores que estejam em uma área desassistida podem usar o agendamento municipal de consultas pelo telefone 0800-646-1590 e o sistema os encaminhará para atendimento na unidade mais próxima”.


Com um total de 61 profissionais vinculados à iniciativa, a Capital oferece apenas dois postos. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia recusou-se a informar as unidades em que os dois únicos médicos cubanos atuantes na cidade serão substituídos para manter a privacidade dos profissionais, que – segundo o órgão –, não desejam ser entrevistados.


Em Anápolis, segundo a assessoria da SMS local, não possui profissionais vinculados ao programa.


O edital é uma tentativa de solução emergencial adotada pelo governo federal depois que Cuba comunicou o encerramento da cooperação à Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A saída, entretanto, foi provocada por exigências feitas pelo governo a assumir a presidência em 2019 e declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).


Em agosto, durante a campanha eleitoral, ele afirmou que “expulsaria” os profissionais cubanos com a exigência de que estes se submetessem à revalidação de seus diplomas no Brasil. “Vamos expulsar com o Revalida os cubanos do Brasil”.


Bolsonaro ainda ressaltou que “além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos”.


As afirmações, encaradas como depreciativas pelo governo cubano, ensejaram então a saída do país da cooperação estabelecida com o Brasil em 2013, durante o primeiro mandato de Dilma Rousseff (PT).

Confira aqui a lista de municípios goianos e o respectivo número de vagas para substituição:
ABADIA DE GOIAS 1
ACREUNA 1
AGUAS LINDAS DE GOIAS 8
ALEXANIA 6
ALTO PARAISO DE GOIAS 1
ALVORADA DO NORTE 1
AMARALINA 1
ANICUNS 1
APARECIDA DE GOIANIA 10
BARRO ALTO 2
BOM JARDIM DE GOIAS 2
BONOPOLIS 1
BRAZABRANTES 1
BRITANIA 1
BURITI ALEGRE 1
BURITI DE GOIAS 1
CACHOEIRA ALTA 1
CAIAPONIA 1
CALDAZINHA 1
CAMPINORTE 2
CAMPO ALEGRE DE GOIAS 1
CAMPOS BELOS 3
CARMO DO RIO VERDE 2
CATALAO 3
CAVALCANTE 2
CEZARINA 2
CHAPADAO DO CEU 1
CIDADE OCIDENTAL 6
COCALZINHO DE GOIAS 2
CORREGO DO OURO 1
CORUMBAIBA 1
CRISTALINA 3
CRIXAS 3
CROMINIA 1
DAMIANOPOLIS 1
DOVERLANDIA 1
EDEALINA 1
FLORES DE GOIAS 2
FORMOSO 1
DIVINOPOLIS DE GOIAS 1
GOIANESIA 3
GOIANIA 2
GOIANIRA 4
GUARAITA 1
GUARANI DE GOIAS 1
HEITORAI 1
ISRAELANDIA 1
ITABERAI 3
ITAUCU 2
JATAI 3
JESUPOLIS 1
LEOPOLDO DE BULHOES 1
LUZIANIA 9
MAMBAI 1
MINACU 3
MINEIROS 1
MOIPORA 1
MORRINHOS 3
MORRO AGUDO DE GOIAS 1
MUNDO NOVO 1
MUTUNOPOLIS 1
NEROPOLIS 1
NIQUELANDIA 4
NOVA CRIXAS 1
NOVA GLORIA 2
NOVO GAMA 3
NOVO PLANALTO 1
PIRACANJUBA 1
PIRENOPOLIS 1
PIRES DO RIO 3
PLANALTINA 4
PORANGATU 3
PORTELANDIA 1
PROFESSOR JAMIL 1
RIALMA 1
RUBIATABA 3
SANTA RITA DO ARAGUAIA 1
SANTA TEREZA DE GOIAS 1
SANTO ANTONIO DO DESCOBERTO 1
SAO DOMINGOS 2
SAO FRANCISCO DE GOIAS 1
SAO JOAO D’ALIANCA 2
SAO LUIZ DO NORTE 1
SAO MIGUEL DO ARAGUAIA 2
SERRANOPOLIS 1
SILVANIA 2
SITIO D’ABADIA 1
TERESINA DE GOIAS 2
TURVANIA 1
URUACU 7
URUANA 1
VALPARAISO DE GOIAS 16
VIANOPOLIS 1
VILA BOA 2
VILA PROPICIO 1


Fonte: Mais Goiás (com adaptações)

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado1