1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Balsa improvisada é alternativa de risco para estudantes e trabalhadores chegarem à Ponte Branca (MT)

Por Eduardo Candido 25 Fevereiro 2012 Publicado em Mineiros
Votao
(4 votos)
Lido 4784 vezes
Balsa improvisada para transporte Balsa improvisada para transporte R.Eldorado

Localizado às margens do curso d’água do Rio Araguaia e da barra do Rio Diamantino, o município de Ponte Branca (MT), está praticamente isolado de Mineiros, depois da queda da ponte Artur Borges de Rezende em 2009. A travessia, sobre o Rio Diamantino, construída no ano de 1981 era, até então, a única alternativa para se acessar parte do território do município de Doverlândia (GO). A partir desse ponto, quem quisesse chegar à Ponte Branca era só seguir até a travessia mais próxima, na GO-194.

A ponte Artur Borges de Rezende foi construída na época com recursos dos produtores rurais da região, em parceria com a Prefeitura de Mineiros. Depois que ela caiu, os produtores se uniram novamente para resolverem o problema. A solução encontrada foi construir um ‘pinguelão’. A ponte improvisada substituiu a antiga travessia. No entanto, o pinguelão durou cerca de um ano, até cair com a grande cheia do Rio Araguaia em 2010.

Assim que o pinguelão foi levado pelas forças das águas, um novo paliativo foi construído. Desta vez a solução foi transformar uma ‘draga’ em balsa, a qual oferece vários riscos às pessoas que precisam atravessar o rio. Nossa equipe de reportagem esteve no local e, ao chegar lá, flagramos a situação de risco que os trabalhadores e diversos estudantes enfrentam diariamente. Muitas são as famílias que se arriscam no transporte. A necessidade de acesso à cidade é grande. Hospital, escola, comércio em geral, tudo se localiza em Ponte Branca.

A balsa foi colocada sobre o Rio Araguaia e acessa diretamente a cidade de Ponte Branca, sem a necessidade de passar pelo território de Doverlândia. Apesar da boa vontade e da iniciativa dos construtores do improviso, é visível o perigo que os passageiros da balsa enfrentam. O transporte é conduzido por cabos içados de um lado ao outro do rio e não há nada que garanta a segurança das pessoas.  

Além disso, a queda da antiga ponte Artur Borges de Rezende trouxe diversos prejuízos a Mineiros. Os produtores rurais perderam um dos principais canais de escoamento de grãos da região.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

Localização da balsa (fonte: Google Maps)