1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Conselho Estadual de Agrotóxicos pode voltar a ativa

Por Eduardo Candido 01 Fevereiro 2012 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 4477 vezes
Conselho Estadual de Agrotóxicos pode voltar a ativa Marcial Leossi/Seagro

Entidades representantes do setor agropecuário, do meio ambiente, saúde e saneamento estiveram reunidas nesta segunda-feira, na sede da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro) para discutir a reativação do Conselho Estadual de Agrotóxico (Conea). O conselho que está desativado faz parte da estrutura básica da Seagro e segundo um técnico da Agrodefesa, a volta do Conea é necessária principalmente para fiscalizar a entrada de agrotóxico no Estado, que segundo ele, cerca de 50% do que é adquirido por produtores rurais entra sem fiscalização.

A proposta de reativação está em fase de discussão, mas é quase certa a volta do Conea, que foi criado em 1994. A ação agora é reavivar a instituição conforme a lei de agrotóxico que já existe e fazer as modificações necessárias para que ela possa ser modernizada e atualizada. Também será delimitado o papel de cada entidade e órgão e relação à fiscalização e condução dos trabalhos relacionados aos defensivos químicos.

Foi sugerida a participação de um membro das seguintes entidades e órgãos no conselho: Seagro, Emater, Agrodefesa, Secretaria Estadual de Saúde, Secretária Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Saneago, Aeago, Mapa, CREA, Faeg, Fetaeg, Escola de Agronomia da UFG e delegacia Estadual de Meio Ambiente. O secretário de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás, Antônio Flávio Camilo de Lima é o responsável por convocar as entidades para que indiquem um membro para o conselho, a lista será levada ao governado que vai aprovar os nomes.

A proposta da reativação do Conea será colocada em consulta pública e depois seguirá para a aprovação na Assembleia Legislativa de Goiás, que vai votar o retorno do conselho.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook