1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Preços de commodities tendem a ficar estáveis em 2012, defende analista de Chicago

Por Eduardo Candido 21 Janeiro 2012 Publicado em Agricultura
Votao
(0 votos)
Lido 3673 vezes
Preços de commodities tendem a ficar estáveis em 2012, defende analista de Chicago Divulgação

Para 2012, espera-se uma estabilidade nos preços das commodities brasileiras. A expectativa é do consultor de mercado e presidente da PHDerivados, empresa de consultoria de Chicago, Pedro Dejneka. Ele ministrou palestra na noite da última quinta-feira (19), em Jataí, durante o Seminário de Comercialização e Mercado Agrícola 2012, promovido pelo Sistema Faeg/Senar e Sindicato Rural de Jataí. Cerca de 140 produtores de grãos do município participaram do evento e receberam a recomendação de acompanharem de perto o mercado de commodities mundial.

“A tendência é de estabilidade, mas qualquer fato de maior relevância pode mudar todo o cenário”, explicou Dejneka. Ele citou como exemplo o desempenho dos preços de algodão e soja no período de novembro de 2010 a novembro de 2011. De um ano para outro, o algodão deixou de ser um produto substancialmente remunerador para ser a commodity que registrou o maior queda de preços; sofreu uma retração de 20%. Os preços da soja de um período para o outro caíram 10%.

O consultor também relembrou sobre o conteúdo do relatório do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA), divulgado na semana passada, que trouxe tendência baixista para as commodities. Grande parte desse resultado, explicou, foi por conta de rumores sobre uma possível quebra da safra brasileira devido ao clima e às perdas nas lavouras do Sul do país. “O mercado é dinâmico, por isso é preciso estar atento sempre”, recomendou Dejneka.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook